Top Ad unit 728 × 90

Pregações

Mensagens Pr. Waldyr
Geral

Famílias que fazem diferença

Mateus 19. 4,5 e 6

Introdução:

Quando Deus chamou Abraão para dele formar uma grande nação, no contexto da promessa Deus faz uma declaração profunda para a família. Ele diz: “E abençoarei os que te abençoarem, e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; e em ti serão benditas todas as famílias da terra.” Note bem que Deus está afirmando que através da obediência ao chamado, através de Abraão todas as famílias da terra seriam abençoadas. Família é projeto de Deus! A família é abençoada por Deus. Portanto, não é vontade ativa de Deus que muitos lares estejam enfrentando problemas e dificuldades que suplantem o melhor que Ele já declarou para nossas vidas. Não é querer de Deus que famílias vivam atrofiadas e derrotadas. Hoje estaremos abordando alguns valores que são bíblicos e que precisam ser vivenciados pelas famílias que anseiam por fazer diferença e glorificar a Deus na terra. À luz da Palavra de Deus você com certeza encontrará outros que também são determinantes para a vitória de nossas famílias, contudo, hoje estaremos abordando cinco que considero relevantes nesse contexto. Que Deus nos abençoe rica e abundantemente na compreensão de sua Palavra.

Para minha família fazer diferença é necessário...

I – Que sejamos gratos ao Senhor

Alguém disse com muita propriedade: “quando oramos temos o hábito de pedir por atacado e agradecer a varejo” – Esta é uma triste realidade que tem sido vivenciada por muitas famílias. Como participantes desse projeto divino, muitas vezes não atentamos para o que Deus está fazendo. Nosso olhar fica preso apenas nos problemas e dificuldades que em sua maioria são criados por nós e nos esquecemos de agradecer os grandes milagres operados por Deus. Isto revela o quanto somos ingratos para com Aquele que tem sustentado nossas vidas e também nossas famílias. Como fazer a diferença se o reclame sempre está presente? Como fazer a diferença se nosso olhar está fixo apenas nas dificuldades? A idéia do diabo é ofuscar a visão de nossas famílias e isto ele faz quando o crente dá lugar alimentando o negativismo que supervaloriza os problemas e dificuldades. O resultado é um marasmo total na vida de muitos lares e conflitos que só fazem por gerar mal estar e distanciamento de Deus. Contudo, as famílias que fazem a diferença são gratas ao Deus que as projetou. São vidas maduras que diante das dificuldades conseguem dizer como Paulo: “Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus...” (Rm 8.28) Há uma consciência plena nessa casa de que Em Cristo Jesus eles podem todas as coisas (Fl. 4.13) São gratos ao Senhor porque vivem pela FÉ. A postura de Fidelidade desta família diante do Pai é que determina a vitória completa. Deus irá agir em nossas famílias nos levando a fazer diferença, quando nossos corações forem encontrados gratos diante Dele independente das circunstâncias. Isto irá determinar resultados e respostas que serão ministrados do Senhor aos nossos lares nos levando a cumprir nossa missão como lares que glorificam o Seu nome.

II – Respeitar as diferenças

Famílias são constituídas de pessoas diferentes e que pensam e agem de forma diferente. Essas diferenças são notadas de forma clara nos relacionamentos. É comum o marido gostar de um canal de televisão e a esposa de outro. Tudo funciona bem se eles assistem à televisão em horários diferentes; mas se ligam a TV no mesmo horário o problema é instaurado. Esse é apenas um exemplo de tantos que podem ser vivenciados no contexto de uma família. O segredo para a determinação da vitória é o respeito às diferenças. Só assim os “pequeno/grandes problemas” serão minimizados. Respeitar as diferenças é se colocar no lugar do outro, é amar o outro, é primar pelo bem do outro. É não querer que o outro seja igual a você. Os conflitos são manifestos porque na verdade o que na maioria das vezes queremos é que o outro seja igual a nós. Respeitar as diferenças é necessário na vida de uma família que Glorifica a Deus. É desta forma que a missão será cumprida na vida desta família que sem dúvida deixará marcas de bênçãos em sua trajetória.

III – Cooperativismo

Como anda o cooperativismo na vida de sua família? Essa realidade na vida da família está ligada à ajuda mútua que deve existir para o alcance dos objetivos. O próprio Jesus disse que uma casa dividida não subsiste. (Mc. 3.25) Veja essa ilustração que fala acerca da falta de cooperativismo: Certo pedreiro chegou a uma conclusão após ter preenchido a ficha de seguros à seguradora. Ele narrou o fato que o levou à conclusão: Ele precisava levar uma quantidade de tijolos da calçada onde estava para o alto do prédio que estava sendo construído. O problema foi que ele resolveu fazer a tarefa sozinho. Mais tarde ao preencher o requerimento de seguro contra acidentes ele explicou o que acontecera; ele escreveu: “compreendi que se carregasse os tijolos na mão levaria muito tempo. Então decidi colocá-los em um barril e descê-los até o chão por meio de uma roldana que havia fixado no topo do edifício. Prendi uma ponta da corda firmemente em baixo, fui lá em cima e amarrei a oura extremidade em torno do barril. Coloquei os tijolos dentro dele e deixei-o suspenso sobre a calçada. Voltei ao chão e desprendi a corda bem firme pensando fazer o barril descer lentamente. Mas como eu peso pouco mais de 60kg e o barril com os tijolos mais de 200kg, ele me puxou pra cima tão rápido que se quer lembrei de soltar a corda. Na hora que era içado para cima entre o segundo e terceiro andares bati de encontro ao barril que descia. Isso explica os arranhões e cortes que recebi. Fiquei firmemente agarrado à corda até chegar ao topo do prédio. Minha mão se prendeu na roldana e foi aí que quebrei o polegar. Naquele mesmo instante o barril chocou-se com o chão violentamente e o fundo se soltou. Sem os tijolos o barriu pesava 20Kg e obviamente como sou mais pesado comecei a descer. A certa altura trombei como barriu que subia e foi assim que quebrei o tornozelo. Como a queda foi amortecida apenas levemente, caí sobre o monte de tijolos na calçada. Foi então que torci a coluna e quebrei a clavícula. Naquele instante perdi os sentidos e larguei a corda. O barril vazio caiu sobre mim e isto explica os ferimentos que sofri na cabeça.” Respondendo á última pergunta do formulário de seguros contra acidentes. O que você faria se essa situação acontecesse novamente? Desejo informá-los que de agora em diante não tentarei fazer todo o trabalho sozinho de novo. Esse tem sido o problema vivido por muitos lares, o individualismo tem tomado conta e não tem sobrado espaço para o cooperativismo. Somente com a visão da parceria nossas famílias serão abençoadas e farão diferença na terra glorificando a Deus. Através do cooperativismo os alvos e projetos são alcançados. Grandes e abençoadas famílias chegaram ao sucesso em razão do cooperativismo. Em nome de Jesus que o individualismo seja extirpado do meio de nossas famílias e de forma abençoada possamos construir uma história de sucessos com parcerias que são vivenciadas através do amor de Cristo que reina em nossos corações.

IV – Amor

O amor é ingrediente fundamental no contexto de uma família que anseia por fazer a diferença. Amar é se doar! É desejar ver o outro recebendo tudo aquilo que gostaríamos de ter. Jesus é o nosso maior exemplo de amor. A Bíblia nos afirma que o Seu amor pelos homens perdidos foi tão grande que Ele se deu a si mesmo para livrá-los da perdição eterna. Onde há amor há perdão, compreensão mútua, unidade, humildade dentre outros. Um aspecto importante que deve ser considerado acerca do amor é o fato de que o amor para ser evidenciado no contexto da família, precisa ser vivido primeiro de forma pessoal; e isso se faz real quando o Amor genuíno de Deus reina em nossos corações. Há um texto em Mateus 22. 37-39 que traz a lume essa realidade. “E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento. Este é o primeiro e grande mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo.” Amar na prática é deixar ser manifestado em nós o mesmo sentimento que foi vivenciado por Cristo quando esteve entre os homens. É tomar atitudes que glorifiquem a Deus e promovam bênçãos ao próximo, mesmo em situações de grandes conflitos. É de acordo com a vontade de Cristo. Amar é conseguir desenvolver bons relacionamentos mesmo diante das diferenças que são inerentes do próprio ser humano. É caminhar como família construindo uma história de bênçãos e que glorifica a Deus que é o autor do projeto família.

V – Ter Cristo no Centro da Família

Há um texto no livro de Eclesiastes 4.8... Que nos mostra a bênção de viver em parcerias. E casamento é ser desafiado a viver em parceria. Acho maravilhoso que no texto em foco no final do versículo 12 ele afirma: “... e o cordão de três dobras não se quebra tão depressa.” Na família uma dobra representa o esposo, a outra a esposa e a terceira dobra Jesus Cristo. Para a família vencer fazendo diferença é necessário ter Jesus Cristo no centro do casamento. As batalhas virão, as dificuldades serão reais em muitos momentos, mas Cristo será o socorro bem presente na hora da angústia. Ele será a torre forte que trará sempre a vitória da família. Muitos lares estão vivendo grandes derrotas porque ainda não convidaram a Jesus para participar do casamento. Infelizmente em muitos lares cristãos o contexto de vida não demonstra a presença de Jesus, e essa tem sido a razão de muitos fracassos em muitas famílias. O desafio que Deus nos faz hoje é para convidarmos a Jesus para fazer parte de nossa família. É desta forma que avançaremos cumprindo a missão que Ele confiou às nossas vidas. Como famílias, amparadas sob bênção de Cristo construiremos uma história de bênçãos e marcaremos nossa geração com Sua glória. Para o louvor de Cristo brilharemos fazendo a diferença que glorifica a Deus.

Conclusão:

Deus tem o melhor para nossas vidas. E o melhor é viver a realidade plena das bênçãos de Deus no contexto de nossas famílias. Vivendo desta forma o sobrenatural de Deus será ministrado a nós e naturalmente trará impacto a muitas outras famílias. Essa realidade nos levará a marcar nossa geração com a glória do Senhor. Faremos a diferença abençoando muitas vidas. Contudo, para isso, é necessário gratidão ao Senhor, respeito para com as diferenças, vivermos em cooperativismo e praticarmos o amor que será a evidência plena de que Cristo reina soberanamente em nossos lares. É assim que seremos bênçãos como família, fazendo a diferença que glorifica ao nosso soberano Deus.

Pr. Waldyr Silva do Carmo

Igreja Casa de Oração Cehab
Itaperuna – RJ
http://casadeoracaocehab.blogspot.com
Famílias que fazem diferença Reviewed by Waldyr Silva do Carmo on 23:34 Rating: 5
All Rights Reserved by IGREJA CASA DE ORAÇÃO CEHAB © 2014 - 2015
Powered By Blogger, Designed by Sweetheme

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.