Evangelização
Evangelização

Devocional

Devocional/block-3

AGENDAS

Agenda da Igreja/block-2

Sermões

Esboços de Sermões/block-3

Ministério Plenas

Plenas/block-1

Vídeos

Video/block-2

Cursos

Cursos/block-6

Ferramentas para o Ministério

Ferramentas para o ministério/block-4

Devocional Semear

Devocional Semear/block-3

Últimos Artigos

O crente pode comer sangue?



           Há um grupo de crentes que crê que na “nova aliança” estabelecida por Cristo, através da Sua maravilhosa graça, não há problema nenhum em comer sangue, uma vez que essa proibição se viu apenas para o período da lei.
Mas há também um outro grupo, que entende biblicamente, que ainda hoje nós os crentes em Cristo não devemos comer sangue, pois seria desobediência e pecado contra Deus.
Com base na Palavra de Deus e buscando um equilíbrio à luz dos valores e princípios que consideramos imutáveis do Senhor, estaremos apresentando algumas razões que nos levam a não comermos sangue.

Porque não comemos sangue?

      1.       Porque Deus proibiu em todas as épocas;

Biblicamente, vemos a proibição:

ü Antes da Lei, logo após o dilúvio;

"Pavor e medo de vós virão sobre todos os animais da terra e sobre todas as aves dos céus; tudo o que se move sobre a terra e todos os peixes do mar nas vossas mãos serão entregues. Tudo o que se move e vive ser-vos-á para alimento; como vos dei a erva verde, tudo vos dou agora. Carne, porém, com sua vida, isto é, com seu sangue, não comereis" (Gênesis 9:2-4).

ü Na lei de Moisés Deus também ordenou;

"Qualquer homem da casa de Israel ou dos estrangeiros que peregrinam entre vós que comer algum sangue, contra ele me voltarei e o eliminarei do seu povo. Porque a vida da carne está no sangue. Eu vo-lo tenho dado sobre o altar, para fazer expiação pela vossa alma, porquanto é o sangue que fará expiação em virtude da vida" (Levítico 17:10-12).

ü  De forma bem clara no Novo Testamento, vemos que a palavra de Deus continua a proibir o comer sangue:

"Pois pareceu bem ao Espírito Santo e a nós não vos impor maior encargo além destas cousas essenciais: que vos abstenhais das cousas sacrificadas a ídolos, bem como do sangue, da carne de animais sufocados e das relações sexuais ilícitas; destas cousas fareis bem se vos guardardes. Saúde" (Atos 15:28-29). Veja também Atos 15:20; 21:25.
           
A grande argumentação dos que leem em especial, os textos do Novo Testamento e comem sangue, é a de que essas recomendações não se aplicam aos dias de hoje. Contudo, analisando o contexto, vamos perceber que se aplicam a hoje e devem ser obedecidas por aqueles que foram salvos pela Graça de Cristo.

Observações:

Atos 15.28 afirma especificamente que o Espírito Santo autorizou esse ensinamento. Essa Palavra foi inspirada por Deus através do Espírito Santo, para orientar à igreja. (João 16.13; I Coríntios 14.37; I Tessalonicenses 2.13) – Como Igreja não podemos desconsiderar uma ordenança dada pelo Espírito Santo à igreja.

Ainda Atos 15.28, nos afirma, que esses mandamentos foram nomeados como “Cousas essenciais”. Algo que é essencial, não é opcional. Logo, não pode ser anulado em razão dos desejos humanos.

É interessante observar que os que são a favor do comer sangue, usam o argumento de que essa ordenança foi somente para o período da lei e como a igreja estava em seu nascedouro, a Lei ainda estava muito viva entre eles.

Contudo, se olharmos o contexto, veremos que esse argumento cai por terra. O contexto de Atos 15 envolve a realidade de alguns judeus cristãos, primando por levar os cristãos gentios a guardarem a lei de Moisés (v. 1-5). De forma clara lendo esse capítulo, vamos ver que a ideia central é mostrar aos crentes judeus que essa maneira de pensar estava errada, ou seja: os gentios não precisavam guardar a Lei. Observe o que Pedro vai dizer sobre o guardar a lei em Atos 15.10. “Um jugo que nem nossos pais puderam suportar, nem nós”. O Apóstolo Paulo não permitiu que Tito fosse circuncidado, para não parecer que concordava com os líderes judaizantes (Gálatas 2. 1-5). Observe que dentro desse pano de fundo, é praticamente impossível conceber os apóstolos mudando de ideia e ordenando aos gentios a fazerem o que exatamente os mestres judaizantes queriam, isto é, que guardassem a lei de Moisés. Os que os Apóstolos estão trazendo aos gentios são mandamentos essenciais para a fé cristã (Atos 15.19).

Observa-se também que esses mandamentos foram ensinados em vários lugares (Atos 16.4) e perdurou anos depois (Atos 21.25). Não foi pontual, mas ordenança revelada de Deus através dos apóstolos à Sua Igreja.

Muito importante considerar também que além do sangue e da carne sufocada, outras ordenanças foram trazidas de Deus através da sua palavra: a fornicação e as “contaminações dos ídolos” (Atos 15.20). É importante destacar, que se a proibição do sangue não pretendesse ser universal, logo, a proibição contra a fornicação e a idolatria estariam também nos mesmo parâmetro. Não podemos isolar a proibição do sangue e vê-la como temporal, sem considerar as demais proibições. Uma interpretação de um texto equilibrada e sensata não se realiza dessa forma.

      2.      Porque foi uma ordem de Deus para a humanidade;

Em Gênesis 9. 2-4 lemos: "Pavor e medo de vós virão sobre todos os animais da terra e sobre todas as aves dos céus; tudo o que se move sobre a terra e todos os peixes do mar nas vossas mãos serão entregues. Tudo o que se move e vive ser-vos-á para alimento; como vos dei a erva verde, tudo vos dou agora. Carne, porém, com sua vida, isto é, com seu sangue, não comereis" 
            Quando Deus autorizou ao homem comer carne de animais, ele ordenou que não se comesse o sangue, porque a vida do animal está no sangue. O que entendemos é que quando comemos a carne e derramamos o sangue, estamos tendo uma postura de agradecimento e respeito para com Deus. Só Ele pode dar a vida! Ele já nos deu a carne. Comeríamos também a vida?

      3.      Foi através do sangue de Cristo que nossos pecados foram perdoados;

"Qualquer homem da casa de Israel ou dos estrangeiros que peregrinam entre vós que comer algum sangue, contra ele me voltarei e o eliminarei do seu povo. Porque a vida da carne está no sangue. Eu vo-lo tenho dado sobre o altar, para fazer expiação pela vossa alma, porquanto é o sangue que fará expiação em virtude da vida" (Levítico 17:10-12).

            O sangue de Cristo, o Cordeiro perfeito foi derramado na cruz do calvário, para quitar a dívida dos pecados de todos os homens. Em toda a Bíblia vemos o grande valor do sangue nos planos de Deus. Desde a entrada do pecado no mundo (Gênesis 3), através do cordeiro que foi sacrificado, para que Adão e Eva fossem vestidos, vemos o agir de Deus sinalizando através do sangue, que um dia Cristo daria sua vida e seu sangue seria derramado para libertar o homem perdido. Logo, pela figura do sangue e sua grande relevância no plano de Deus, fica evidência que precisamos ser reverentes ao Senhor por essa e todas as demais razões bíblicas que nos mostram que não devemos comer sangue.

            Que o Senhor nos ajude a sermos fieis e praticantes da sua maravilhosa palavra.


Em Cristo Jesus,
Pr. Waldyr do Carmo


Fontes de pesquisa:
- Bíblia Sagrada

O PODER DA ORAÇÃO



Segundo o site Wikipédia, “oração é um ato religioso que visa a ativar uma ligação, uma conversa, um pedido, um agradecimento, uma manifestação de reconhecimento ou, ainda, um ato de louvor diante de um ser transcendente ou divino”. Todavia a oração não é simplesmente um ato religioso ou uma terapia. A oração é o combustível essencial para o fortalecimento da fé, é a cura para todos os males, é o oxigênio da alma, é o alimento do Espírito Santo, é a arma mais eficaz para desenvolver intimidade entre Deus e todo aquele que Nele crê.
A oração é fundamental para a vida do cristão em todas as situações, porque, quando oramos, ficamos mais próximos de Deus e é por isso que devemos criar esse hábito; mas que esse hábito não seja apenas um costume, e sim uma necessidade. A oração é a nossa maior conexão com o Pai, pelo fato dela nos levar a ter uma comunhão com Ele, permitindo que o nossos espíritos tenham contato.
Mas será que a oração tem poder? Sim, a oração tem muito poder. Porque Deus usa as orações dos fiéis para fazer milagres, ou seja, Deus dá poder às nossas orações quando usamos a fé (João 15:7). A oração tem o poder de curar, libertar, renovar, transformar, fortalecer, perdoar e fazer outros milagres. Cada momento que passamos em oração, na presença de Deus, aumentamos a nossa capacidade de ser mais parecidos com Ele e de desenvolver, em nossa vida, o fruto do Seu Espírito que é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio (Gálatas 5:22-23).
Não há limites para o poder de Deus. Na Bíblia nós podemos ver inúmeros milagres que Deus fez em resposta às orações. Quando estiver perdido, fraco, triste, medroso ou sentir que a sua dificuldade não tem solução, ore a Deus, porque a oração liga você ao Pai, e Ele tem a solução para quaisquer fatos. Porém lembre-se: orar não deve ser o nosso último recurso, e sim a nossa primeira ação. A oração que Jesus nos ensina em Mateus 6: 9-13 não é apenas para ser recitada de forma decorada (Mateus 6:7)mas é um exemplo de como devemos orar, levando em consideração a vontade de Deus. Afinal, quando oramos, Deus valoriza mais o nosso coração e não somente as palavras específicas que usamos. 

 Quando oramos, recarregamos o poder necessário para realizar nossas funções no Reino de Deus e continuar nos caminhos do Senhor até o fim. Não se preocupe se você ora diferente de todo mundo, porque não existe nenhuma fórmula mágica para a oração. Deus faz o que pedimos, quando usamos a fé e, principalmente, quando isso é da Sua vontade. Não podemos manipular Deus (Tiago 4:2-3). Devemos aceitar Seu agir, pois seus mistérios tem propósitos que talvez não entendemos no momento ou vamos entender mais tarde ou até mesmo nunca iremos entender, mas Ele é Deus, sabe o que faz e sabe o que é melhor para todos nós. Por isso devemos pedir, confiando que Deus vai atender à nossa oração (João 14:13-14). Entretanto o segredo é pedir de acordo com a vontade Dele, que é boa, perfeita e agradável, fazendo com que a vontade do Pai sempre prevaleça em nossas vidas (1 João 5:14-15) e que a Sua vontade se torne a nossa também.
Por meio da oração, o cristão aprende a colocar Deus no centro da sua vida, buscando fazer a vontade Dele e trazendo todos os seus pedidos e agradecimentos a Ele. Deus tem poder para fazer tudo que pedimos e muito mais, uma vez que nada é impossível para Deus e nada é impossível ao que crê. Quanto mais oramos e buscamos a vontade de Deus, mais ficamos em sintonia com Ele, e nossas orações se tornarão mais efetivas. Porém, em nossas orações, não devemos somente pedir que as mesmas sejam atendidas, mas é fundamental que também agradeçamos o que já foi alcançado. Agradecer, principalmente, por estarmos vivos e podermos contemplar, todos os dias, as maravilhas que Deus nos proporciona.

E então, vamos nos desconectar do mundo e nos conectar mais com Deus?  Torço para que esse texto tenha ajudado e abençoado a sua vida, além de motivá-lo a buscar mais a presença de Deus, por meio da oração e estudo da Palavra, todos os dias, colocando ambas as práticas como prioridades em sua vida. Isso porque a oração é a chave para a paz de Cristo habitar em nossos corações em todas as áreas da nossa vida. Uma paz que excede todo o entendimento e que vem do próprio Deus aos nossos corações. A oração permite que a Palavra de Deus habite em nós abundantemente. Busquemos, pois, a harmonia entre os nossos estudos bíblicos e as nossas orações.  


Jaylla Figueiredo Machado

Membro da Casa de Oração da Cehab - Itaperuna/RJ

RAZÕES PARA LERMOS A BÍBLIA (VII - PARA TERMOS UMA VIDA PURA!)



“De que maneira poderá o jovem guardar puro o seu caminho? 
Observando-o segundo a tua palavra.” (Salmos 119:9)

            Através da leitura da Bíblia o servo de Deus é purificado! A Palavra dá direções sábias; ela mostra o caminho da santidade; Ela ilumina a caminhada do homem que nela se refugia (Sl 119.105).

            Lendo a Bíblia e praticando os ensinamentos nela contidos, aquele que creu em Cristo passa a viver a vida de Deus! Isto é manifestado através das motivações do coração dessa pessoa, que agora vive segundo a vontade de Cristo (I Co 2.16). O resultado? Uma vida de fidelidade que toca o coração de Deus! Um adorador sendo encontrado vivendo de forma genuína diante Daquele que o salvou (Jo 4.23). Alguém vivendo nessa terra, exalando o doce perfume de Cristo.

        Quer viver na pureza da santidade de Deus? Alimente-se da Sua Palavra e seja uma bênção brilhando e salgando numa terra ressequida pelo pecado. (Mt. 5. 13-16)

Pr. Waldyr do Carmo

Encontro homens de valor!


Compreendendo o Apocalipse


RAZÕES PARA LERMOS A BÍBLIA (VI - PARA OBTERMOS ÊXITO)



“Não cesses de falar deste Livro da Lei; antes, medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer segundo tudo quanto nele está escrito; então, farás prosperar o teu caminho e serás bem-sucedido.” (Josué 1:8)

            É impressionante como a Bíblia de fato é a regra de fé e prática na vida daquele que creu. Os mandamentos do Senhor são vivenciais! A Palavra de Deus traz sabedoria e direciona as ações e motivações do coração daquele que a lê e pratica.

O Resultado? Êxito é instaurado na história de vida dessa pessoa. Nela, (Bíblia) há direcionamentos para todas as áreas da vida do homem. Praticando-a, o homem que tem Cristo reinando em seu coração viverá bem: emocionalmente, espiritualmente, socialmente, relacionalmente e materialmente! Ele será conhecido como “árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro, e não receia quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e no ano de sequidão não se afadiga, nem deixa de dar fruto.” (Jr. 17.8). Um viver pleno e abençoado segundo os valores da Santa Palavra de Deus.

Pr. Waldyr do Carmo

MULHERES QUE CRESCEM

     
Palavra ministrada, no primeiro encontro do Ministério Plenas, no ano de 2018, pautada na vida de Ester, mulher notável, que teve um crescimento impressioante. Precisamos escolher crescer. Crescer e abençoar vidas. Crescer e fazer a diferença. Crescer na graça e no conhecimento do Senhor Jesus.

PREPARANDO A NOIVA PARA O ARREBATAMENTO - IV


CLIQUE NO BOTÃO ABAIXO PARA
BAIXAR O ESTUDO EM POWER POINT


PREPARANDO A NOIVA PARA O ARREBATAMENTO - III


CLIQUE NO BOTÃO ABAIXO PARA
BAIXAR O ESTUDO EM POWER POINT


PREPARANDO A NOIVA PARA O ARREBATAMENTO - II


CLIQUE NO BOTÃO ABAIXO PARA
BAIXAR O ESTUDO EM POWER POINT