0
II Crônicas 20. 24-30

(O processo de restauração de Deus na vida do rei Josafá)

Introdução:

Todos nós em algum momento de nossas vidas tivemos nossa comunhão com o Senhor quebrada. Isto se dá pois muitas das vezes o crente entra num processo de pecado atraído pelos engodos do inimigo e quando vê já está distante de Deus e sofrendo as consequências que o pecado traz. Contudo, o querer de Deus é que sejamos restaurados e assim nossa comunhão ser restaurada para o derramar de Suas bênçãos em nossas vidas. O rei Josafá estava vivendo o melhor de Deus. Seu reino prosperava grandemente pois havia comunhão plena dele com o Senhor. Contudo, ao fazer aliança com Acabe, Josafá pecou contra o Senhor e teve sua comunhão com Deus quebrada. As consequencias vieram, mas à partir de atitudes corretas que ele teve diante de Deus, sua comunhão foi restaurada e a bênção de Deus instaurada na vida de Josafá e a nação de Israel. O objetivo do estudo de hoje é avaliar o que aconteceu no processo da restauração da comunhão de Josafá com Deus e assim aplicarmos essas verdades às nossas vidas. É desejo de Deus que tenhamos plenamente nossa comunhão restaurada com Ele.

Para ter a minha comunhão restaurada com Deus eu preciso...

I – Observar o contexo da realidade que estou vivendo

O rei Josafá viveu um contexto profundo que determinou sua quebra de comunhão com Deus. Josafá pecou contra o Senhor. Isto, vemos no capítulo 18 quando ele faz uma Aliança com Acabe e acaba por se envolver a convite de Acabe numa guerra fora da direção do Senhor. Josafá quase morre nesta guerra e depois é advertido pelo profeta Jeú diante do pecado que havia cometido. (19.1...) Muita das vezes como servos de Deus nos envolvemos em contextos que estão fora da vontade do Senhor. São nesses momentos que pecamos e acabamos por ter nossa comunhão com Deus quebrada. Como servos de Deus é preciso reconhecer que nosso contexto precisa de mudanças e assim assumirmos uma postura que nos leve à restauração de nossa comunhão com Deus.

II – Assumir a postura de conserto e obediência ao Senhor. (19.4...)

No Capítulo 19.4 vemos que após ter sido repreendido pelo profeta, Josafá assume uma postura de conserto e obediência diante do Senhor. Josafá não só volta para Deus em obediência como também levou a nação de Israel tomar a mesma postura de obediência diante do Senhor. Se queremos ter nossa comunhão com Deus restaurada, precisamos buscar o conserto em nossas vidas e a prática da obediência. É desta forma que tocaremos o coração de Deus e receberemos dele a resposta que nosso coração anseia.

III – Ter o meu coração quebrantado em arrependimento diante do Senhor. 20. 3...

O pecado traz consequências! Foi assim com o rei Josafá. Os inimigos se levantaram e a olhos humanos seria impossível a nação de Israel vencer a batalha. Diante desse quadro de grande angustia, vemos Josafá quebrantando o coração e em postura de arrependimento buscando o socorro em Deus. Essa postura tocou o coração do Senhor e a resposta que o rei teve de Deus foi: “... Não temais, nem vos assusteis por causa desta grande multidão, pois a peleja não é vossa, mas de Deus.” O arrependimento sincero toca o coração de Deus. Portanto, não importa qual o seu contexto de pecado, o que Deus quer ver é um coração sincero e quebrantado. Ele quer ver um coração arrependido e isto sem dúvida determinará a resposta e a vitória na vida de seus filhos.

IV – Deixar Deus tomar a direção de toda a minha vida. (20. 14-17)

Vemos na história de Josafá que a vitória veio através do agir e controle total de Deus. Isto Ele quer fazer em nossas vidas. No processo da restauração de nossa comunhão com Deus o controle total precisa ser de Deus. Quando Ele controle e dirige a vida de seus servos, há a certeza de se chegar a um porto seguro. É necessário confiar no Senhor. É necessário descansar no Senhor.

V – Ver a vitória do Senhor sendo declarada à minha vida.

O resultado final foi a grande bênção da vitória de Deus sendo declarada à vida da nação de Israel. Isto Deus quer realizar em nossas vidas e na vida de nossa Igreja. Ele quer declarar a nossa vitória. Só podem experimentar bênçãos assim, aqueles que tiveram sua comunhão restaurada com Deus. Em nome de Jesus, como servos que a nossa comunhão plena com Deus seja a cada dia restaurada e desta forma sejamos instrumentos de bênçãos que glorifique Seu nome na terra.

Conclusão:

Se há pecados reinando em nossas vidas, nossa comunhão com o Pai está quebrada. Contudo, à luz da história vivida pelo rei Josafá, temos o caminho dado por Deus para a restauração de nossa comunhão espiritual. O rei Josafá foi respondido pelo Senhor e também o seremos se esses valores que aqui foram apresentados forem vividos em nossas vidas.

Que Deus o abençoe rica e abundantemente.


Em Cristo Jesus,


Pr. Waldyr do Carmo

Postar um comentário Blogger

 
Top