Top Ad unit 728 × 90

Hermenêutica Particular

Hermenêutica Particular
Geral

Passou a sega, findou o verão e não estamos salvos

Jeremias 8.20

"passou a sega, findou o verão, e nós não estamos salvos.

Introdução:

O que vemos quando olhamos para as realidades que o mundo vivencia? O contexto tem sido o de famílias destroçadas, da prostituição reinando por completo, da criminalidade que tem aumentando assustadoramente. Vemos também uma desordem total social e os homens perdidos em meio aos seus pecados. Podemos inferir que há um clamor latente no mundo! Há um clamor de bilhões que estão perdidos. Eles estão gritando por socorro e a expressão que a Igreja de Cristo tem ouvido é: “passou a sega, findou o verão e não estamos salvos.”
A mensagem de hoje vem nos mostrar que a igreja de Cristo precisa tomar uma posição diante desse quadro para que almas sejam salvas. Ainda há tempo! A Igreja do Senhor precisa assumir sua posição como agência evangelizadora de Deus na terra. Fomos chamados para glorificar a Deus e anunciar a salvação de Cristo aos perdidos. Essa é a nossa missão.

Passou a sega, findou o verão e não estamos salvos...

I – Porque olhamos o mundo com os nossos olhos e não com os olhos de Deus.

A igreja precisa tirar os olhos do seu contexto local para ver o que está acontecendo no mundo. Infelizmente não são poucas as igrejas que estão presas em si mesmas. A realidade tem sido marcada por ações simplórias e atrofiadas no Reino de Deus. Não há conversão de almas, não há restauração de vidas. A realidade que tem sido marcada por essas igrejas é a da estagnação completa. O olhar circunscrito a elas próprias acaba por impedi-las de ver a realidade do mundo. Deus tem visto um mundo perdido e necessitado da glória e salvação de Cristo. A igreja só crescerá e estenderá seus toldos (Is. 54.2) quando levantar os olhos e olhar o mundo com os olhos de Deus. Só assim ela perceberá que os “campos estão brancos para a ceifa... (João 4.35) e lutará para ver o mundo sendo alcançado pela maravilhosa graça salvadora do Senhor Jesus.

II – Porque não conhecemos as necessidades do mundo (Mt. 9.35...)

Quando lemos o texto de Mateus 9.35... percebemos que Jesus conhecia de forma plena as necessidades do mundo de sua época. Para alcançarmos o mundo com a mensagem salvadora de Cristo precisamos conhecer suas necessidades. Jesus foi um profundo conhecedor das necessidades das pessoas de sua época e isso está presente de forma clara no texto de Mateus citado acima.

• Necessidade de ser visto
• Necessidade de ouvir o Evangelho
• Necessidade de cura
• Necessidade de compaixão
• Necessidade de pastoreio

III – Porque não nos envolvemos com a oração (Mt. 9.38)

Jesus afirma categoricamente: “Rogai, pois, ao Senhor da seara, que mande ceifeiros para a sua seara.” Uma das chaves que Deus nos mostra em sua Palavra e que leva a Igreja a avançar no projeto da evangelização mundial é, sem dúvida, a oração. Jesus foi um homem de oração e a Igreja precisa se envolver com a oração. Quando oramos, tocamos o coração de Deus e portas são abertas. Quando oramos, somos os primeiros a ser tocados e Deus ministra sua vontade plena às nossas vidas. A oração abre portas que estão fechadas para a entrada do evangelho. Através da oração, recursos são levantados e obreiros abençoados nos campos. A oração é a alavanca que proporciona a manifestação dos grandes milagres de Deus na vida da Igreja. Como anda sua vida de oração? Você tem investido tempo em oração diante do altar do Senhor? Se quisermos ser fortes e prósperos no Senhor, imprescindivelmente precisamos fazer da oração o nosso estilo de vida.

IV – Porque não nos alimentamos, de fato, da Palavra de Deus (Sl 119.11 – 119.105)

A Bíblia é o manual para a vida do crente. Ela é a bússola que nos orienta quanto à direção que devemos tomar como servos de Deus. Ela é a nossa única regra de fé e prática. Sem nos alimentarmos da Palavra de Deus fatalmente ficaremos fracos e inativos no Reino do Senhor. É através da Palavra de Deus que levamos a mensagem da salvação de Cristo aos perdidos. Há um texto no livro de Deuteronômio 28 que nos mostra as atitudes que precisam ser vividas por aqueles que desejam prosperar como servos de Deus na terra. O texto nos mostra que é necessário ouvir atentamente ao Senhor e obedecer aos seus mandamentos. Esse é o caminho da vitória! É dessa forma que prosperaremos como Igreja e levaremos muitos a conhecerem a bendita salvação do Senhor Jesus.

V – Porque não temos nos envolvido com as ofertas por missões (Fl. 4.19)

Através de Filipenses 4.19 tomamos conhecimento acerca do ensinamento do envolvimento da Igreja com as finanças em prol de evangelismo e missões. Paulo, após receber a oferta que foi enviada pela igreja de Filipenses, através de Epafrodito, afirma: “O meu Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em glória, por Cristo Jesus.” O que Paulo inspirado pelo Espírito Santo está afirmando é que quando investimos em evangelismo e missões, Deus investe em nossas vidas. Que maravilha, irmãos! À medida que a igreja participa de missões com suas ofertas, Deus também abençoa e torna essa igreja próspera. Uma vez sendo prósperos, teremos a oportunidade de investir ainda mais. Uma cadeia de bênçãos é gerada na vida dessa igreja, e com isso a mensagem do Evangelho chegará a muitos lugares, gerando, assim, oportunidades reais de salvação para muitas vidas.

VI – Porque não temos obedecido ao ide do Senhor (Mt. 28.18-20)

Fazer missões não é pedido de Deus, mas “ordem”. O verbo sempre está no imperativo. Como igreja o caminho da vitória precisa ser o da obediência. É obedecendo que prosperaremos e alcançaremos as nações para Cristo. É através da obediência que cumpriremos a missão que Deus tem confiado à sua Igreja. Pergunto: Temos obedecido ao ide de Cristo? Temos falado: “Eis-me aqui, envia-me a mim ao Senhor”? (Is. 6) O mundo tem clamado por salvação e não há quem pregue, pois muitos crentes não estão obedecendo ao “ide” de Cristo. Deus precisa de vidas que se apresentem para, de fato, fazerem a Sua Obra. Deus está nos chamando agora para um compromisso real com sua obra. Ele espera um “sim” de cada um de nós. É dessa forma que vidas terão a oportunidade de serem livres da pena do pecado.

Conclusão:

O mundo está clamando: “PASSOU A SEGA, FINDOU O VERÃO E NÃO ESTAMOS SALVOS!” – Não podemos, como Igreja, nos manter inertes e estagnados diante desse clamor. O momento é hoje! É agora! Veremos  verdadeiramente essa realidade mudada quando:

- Olharmos o mundo com os olhos de Deus;
- conhecermos de verdade as suas necessidades;
- houver envolvimento com a oração e a Palavra de Deus;
- investirmos nossas ofertas em evangelismo e missões;
- obedecermos ao ide do Senhor.

Essas são as atitudes que nos levarão a avançar como Igreja na proclamação da Salvação de Cristo ...até os confins da terra (At. 1.8).

Pr. Waldyr do Carmo
Igreja Casa de Oração Cehab
http://casadeoracaocehab.com.br
Passou a sega, findou o verão e não estamos salvos Reviewed by Waldyr Silva do Carmo on 15:20 Rating: 5
All Rights Reserved by IGREJA CASA DE ORAÇÃO CEHAB © 2014 - 2015
Powered By Blogger, Designed by Sweetheme

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.